LEVANTAMENTO HISTÓRICO SOBRE CARROVELISMO PRODUZIDO POR BIA BOLEMAN

HISTÓRIA DO CARROVELISMO EM FRAMES

    Em 1598, na Holanda, o engenheiro e matemático Simon Stevin, a pedido do Conde Maurício de Nassau (estabelecido no Brasil, no século seguinte), construiu um verdadeiro “coletivo à vela” para reduzir o cansaço das pessoas. O coletivo era capaz de transportar 28 indivíduos por 75km, em duas horas ininterruptas. Desde então, houve uma evolução constante das velas e dos veículos como meio de transporte. Em 1898, em uma cidade belga chamada De Panne, situada nos limites da França, os irmãos André e François Dumont começaram a desenvolver velas para atingir, em competições, a maior velocidade possível. No Brasil, Lodovico Brunetti foi o pioneiro neste esporte, começou a praticar na Praia de Pitangueiras, no Guarujá-SP, em 1936. Há indícios de que, na década de 1940, algumas pessoas demonstraram interesse no Brasil por “andar sobre rodas movidas ao vento”.

Carrovelismo VALÉRIA BITENCOURT E SIMONE AMORIM























Inicio década de 1990 Neste período, Amyr Klink e Paul Gaiser percorreram a costa gaúcha em carros à vela, tipo Manta, atraindo muitos adeptos que passaram a construir seus carros, a realizar raids e competições, vindo a formar a Associação Gaúcha de Windcar em 1991. Lodovico Brunetti (SP) é o mais aficionado defensor da modalidade, promotor do intercâmbio entre construtores e esportistas europeus, o que possibilitou, aos demais esportistas o acesso às técnicas de pilotagem, às regras básicas e aos equipamentos brasileiros. Lodovico fundou a Associação Paulista de Carro a Vela-APAW e é construtor dos equipamentos. Em Santa Catarina, um grupo de pilotos liderado por Henrique Borba investiu na criação da Associação Catarinense de Carro a Vela-ACW Ainda neste período realizou-se o primeiro evento que reuniu pilotos de todo o Brasil – RS, SP e RJ. O sucesso deste evento impulsionou a realização do primeiro Campeonato Brasileiro, em Capão da Canoa-RS.



1991 Fundação da Associação Gaúcha de Windcar-AGAW que realiza os eventos oficiais do esporte nas modalidades prova de revezamento, longa distância e provas de equipe. O primeiro Raid Ecológico reuniu 22 pilotos para percorrer, em 7 dias, os 650 quilômetros entre a praia de Torres e a cidade de Chuí, no extremo sul do Estado. Com o objetivo de ampliar as fronteiras para a prática do Carro à Vela, foram realizadas duas excursões a primeira das quais ao Chile-deserto do Atacama, que, por ser um terreno muito macio, não oferecia condições favoráveis para a prática da modalidade.

1995 Fábio Trein foi campeão brasileiro estreante.
Carrovelismo VALÉRIA BITENCOURT E SIMONE AMORIM
1996 Este ano marcou a primeira participação de pilotos brasileiros em competições internacionais. No Tour D’Europe, realizado na Bélgica, França e Inglaterra durante 14 dias, Roberto Nardi e Paulo Moraes conquistam o terceiro lugar.




Paulo Moraes piloto atuante até os dias de hoje


































Kite Buggy

Hoje conhecido como Kite Buggy

Kite Buggy

Kite Buggy





























Snowkite

Snowkite







Kitebuggy

Kitebuggy

Kitebuggy






















































em construção

Comentários